Por bastante tempo, fui fã do uso dos sticky posts, os posts fixos do WordPress, como forma de destacar o conteúdo desejado em alguma seção específica (para uma área com slider acima dos posts do blog, por exemplo, eu poderia usar um código como este). Dois problemas, no entanto, me fizeram repensar essa lógica. O primeiro é a necessidade de cavocar atrás da desgraçada da opção que permite fixar um post, escondida demais para ser usada com tal importância. Segundo é que, ao manter esse uso torto, eu meio que perdia a funcionalidade padrão dos sticky posts, que é justamente fixar textos importantes na capa e deixá-los lá pelo tempo que quisesse.

Este simples plugin iniciado pelos amigos do Hacklab serviu como uma luva para um projeto que fizemos juntos. O objetivo era simples: definir quais seriam os posts em destaque na capa, sem complicações. O nome post2home até soa mais específico do que o plugin de fato é, já que é possível destacar os posts marcados onde for necessário.

Como usar

Fácil. Basta selecionar na sua lista de posts quais deles serão destacados e criar uma nova query que os chame onde você quiser – o header.php é um lugar interessante para isso, pois os posts ficariam acima de todo os seu conteúdo. Para isso, precisamos apenas procurar pela meta key _post2home:

// Chama os posts que possuam o valor 1 dentro da meta key _post2home
$featured_posts = new WP_Query( array( 'ignore_sticky_posts' => 1, 'meta_key' => '_post2home', 'meta_value' => 1 ) );

// O loop
if ( $featured_posts->have_posts() ) : while ( $featured_posts->have_posts() ) : $featured_posts->the_post(); 

    // Mostra os posts destacados com o post2home
    the_title();

endwhile; endif;

// Restaura a query principal
wp_reset_postdata();

Agradecimentos

Ao Hacklab, pelo código inicial, e ao Fontello + Font Awesome, pelas fontes gratuitas. Obrigado!

Download

Você pode fazer o download e contribuir com o post2home via GitHub.

Publicado por Eduardo Z.

“That's one thing Earthlings might learn to do, if they tried hard enough: Ignore the awful times and concentrate on the good ones."

Participe da discussão

1 comentário

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: